segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Gone - Michael Grant

Autor: Michael Grant
Editora: Galera Record
Número de páginas: 515
Avaliação: 4/5
Onde comprar: Travessa, Saraiva




Sinopse: Em um piscar de olhos, todos com mais de 14 anos desaparecem. Restam adolescentes. Pré-adolescentes. Crianças. Nenhum adulto. Nenhum professor, policial, médico ou responsável. Linhas de telefone, redes de televisão e a internet param de funcionar. Não há como pedir ajuda. A fome é intimidante e a violência começa. Os animais parecem estar se transformando, e uma criatura sinistra está à espreita. Os próprios adolescentes estão ficando diferentes, desenvolvendo novos talentos: poderes inimagináveis, perigosos e mortais, que crescem dia após dia. É um mundo novo e assustador. É preciso escolher um lado — e a guerra é inevitável.

Olá Pessoas!

Enfim, depois de mais de um mês garrado em Gone, terminei! Eu estava um pouco enrolado não é porque o livro é ruim, muito pelo contrário, o livro é excepcionalmente bom! E causou uma surpresa bastante repentina; eu não esperava tanto do livro, e confesso que fui pego de surpresa.
No início, quando Gone foi lançado, muita gente ficou com o pé atrás por causa da sinopse; que descreve o resumo do livro, como se o livro fosse do gênero infanto-juvenil.
Mas diferentemente da sinopse; Gone é um livro com o objetivo de ganhar leitores na categoria de jovens-adultos (os chamados livros YA books).
Eu só tive coragem de comprar Gone quando eu lia os comentários dizendo que o livro não é exatamente aquilo que é descrito na sinopse; então, se vocês levarem em consideração a sinopse de Gone, possivelmente não o comprarão; mas não façam isso!

Agora vamos ao que interessa: Lembrando que Gone é um livro de ficção!
A história é narrada em terceira pessoa; o que dificulta um pouco a expressão dos sentimentos das personagens, mas isso é um fato que podemos relevar.
A história conta, que, em uma cidade pequena, cercada por uma usina nuclear, acontece um fenômeno estranho e repentino: todas as pessoas com idade superior a de 15 anos, simplesmente desaparecem; então, dessa maneira, restando somente crianças e adolescentes, e a cidade de Praia Perdida, passa a ter somente cidadãos menores.
Quando li isso na sinopse, eu já comecei a ficar com o pé atrás. Parecia mesmo um livro infantil. Contando a história de crianças vivendo num mundo onde só elas vivem.
O livro tinha tudo para ser desse gênero, porém o autor é muito inteligente ele vai levando a história, fazendo com a cada capítulo seu coração dispare com o suspense e pura adrenalina. (É justamente desse jeito que eu ficava nos pontos clímax do livro!).
Depois que tods os adultos sumiram, os mais velhos e valentões começam a  governar a cidade e reprimir os pequenos e os não-populares; o que vai causando um caos total; que é narrado com muita competência; o livro em momento nenhum dá uma "respirada", ele realmente consegue te prender.
No decorrer da história, algumas das crianças começam a desenvolver poderes sobrenaturais, o que faz com que os valentões se sintam intimidados e comecem uma onda mais pesada de repressão.

Como já disse o livro é realmente surpreendente! Muito bom.
Então não deixem de lê-lo, é um livro essencial para a sua estante.

2 comentários:

chris disse...

Eu amei Gone. To doido pra ler Hunger

Indiquei vc pra um meme lá no blog Leiobooks.

Chris
Leiobooks

Pokémon Forever. disse...

grat! ;)

Postar um comentário

Fique a vontade para expressar sua opinião sobre o post acima, mas evite cometer ataques pessoais; e não use esse canal para degredir alguém.

Aviador Read
Ler é o que importa...