terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A Hospedeira - Stephenie Meyer


  •  
  •  
  •  
  •  
  • Editora: Intrínseca
    Autor: 
    STEPHENIE MEYER
  • ISBN: 9788598078595
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2009
  • Número de páginas: 560
  • Classificação: 5/5

Sinopse:
A Hospedeira

Um romance inesquecível sobre a obstinação do amor e o significado de ser humano: 

"É um livro de ficção científica que não parece ficção científica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei nesse livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio ´eu´, pela família - o amor romântico e o amor platônico." - Stephenie Meyer

Melanie stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. 
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

"A Hospedeira corresponde às expectativas de sua fama: combina ficção científica e romance de uma forma que nunca dera tão certo." - Library Journal

"Com cenas inesquecíveis e perturbadoras que apontam questões fascinantes sobre distinções entre a essência da humanidade e seu corpo físico, é uma leitura arrebatadora." - Booklist

"Um thriller de ficção científica atormentador." Publishers Weekly

Olá pessoas!
Tem um tempão que eu estou enrolando com minhas resenhas, mas é porque tá meio complicado mesmo; às vezes eu não tenho o tempo que gostaria de ter; mas pra tudo na vida a gente dá um jeito, não é mesmo?!
Bem, eu já estava com essa resenha pronta desde ontem, mas não tive tempo de postar ontem; então saiu pra hoje mesmo!

Quando eu comprei o livro A Hospedeira, eu fiquei meio que, com o pé atrás; porque, é claro, antes de comprá-lo, eu pesquisei em vários blogs que falassem a respeito do livro, e raramente eu via comentários que falassem bem do livro; todo mundo alegava a mesma coisa: o livro é muito grande, as coisas começam a melhorar apartir de bem da metade do livro, e como sempre, Stephenie Meyer exagerando nos detalhes.
Mas a minha opinião fio completamente ao contrário; eu gosto muito do jeito que Meyer narra as histórias, em algumas partes, é claro, fica um pouco cansativo; mas não deixa de ser talentosa, e a história desse livro é perfeita! Pra mim  o livro começou a ser interessante desde a primeira página.
Os personagens, são todos muito extremos, com um grau excessivo de sentimentos e emoções; que é uma característica marcante da Meyer; todos me encantaram muito, amei todos eles.

O livro narra a história que tem como ponto marcante, abordar um triângulo amoroso, porém com apenas dois corpos, só de ver por esse ângulo, dar pra perceber que a história é cativante.
Uma outra espécie, invade a terra com intenção de sucumbir toda a espécie humana dominante existente; tomando posse de seus corpos, e tornando a terra, sua habitação.
Em toda essa tormenta, havia ainda humanos resistentes, que se encondiam para não serem capturados.
Melanie Stryder, é capturada, e é obrigada a conviver com uma alma dominando sua mente.

A história, como disse, é incrível! Pra mim esse livro é o máximo, o enredo é super inteligente e cativante; só achei um pouco repetitivo a insistência dos assunstos tratados no livro; e o aburdo de tanto altruísmo de um dos personagens.

O final foi realmente como eu queria que acontecesse, foi bem dinâmico até, se esperando de Stephenie Meyer.
Mas fica aqui, mais uma super dica, de leitura, aliás, uma maravilhosa dica de leitura, PELO AMOR DE DEUS, não deixem de ler

2 comentários:

Lu disse...

Stephenie e seus triângulos amorosos, rs. Vou comprar esse livro agora para ler, porque a história parece ser muitoo boa, e eu nunca li nada dela, então tenho que ler algo. E A Hospedeira tem uma história bem interessante. Então, to seguindo o blog. Beijão

Luiza,
Express Coffee

chris disse...

Vou ler com certeza, pq ta na minha estante ja faz um tempão haha
agora eu só espero que o livro me agrade

chris
leiobooks.blogspot.com

Postar um comentário

Fique a vontade para expressar sua opinião sobre o post acima, mas evite cometer ataques pessoais; e não use esse canal para degredir alguém.

Aviador Read
Ler é o que importa...